Sinopse     

A ironia profunda e contraditória do texto, que oscila entre a comédia e o sacrifício, o excesso e a contradição, a subtileza e a brutalidade influenciará as iniciativas da encenação. Há imensas motivações entrançadas num apelo à fuga, à ilusão, à mentira, à submissão, à subversão, à vida e à morte, a partir das quais tomaremos a iniciativa de desenvolver um processo activo de criação. Procuraremos desvendar o esqueleto da peça. Jean Genet afirmou a certa altura que ‘como tudo se passa demasiado depressa e demasiado explicitamente, sugiro aos eventuais encenadores que substituam as expressões demasiado precisas, as que tornem a situação demasiado explicita, por outras mais ambíguas. Que as comediantes representem, excessivamente’. É essa a linha de excesso sobre o excesso que nos guiará, e é com base nesse artifício que proponho a substituição das comediantes por três homens.

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA

Play Video

CRÉDITOS

jgm – joão garcia miguel
Rua Carlos Mardel 113 R/C Dto – 1900-121 Lisboa, Portugal
tlm: +351 933 327 229
georgina@joaogarciamiguel.comjoaogarciamiguel.com

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA​

Encena..o Jo.o Garcia Miguel

Tradução e adaptação do texto João Garcia Miguel a partir de Les Bonnes de Jean Genet

Interpretação | Anton Skrzypiciel, Miguel Borges e João Garcia Miguel

Música | Rui Lima e Sérgio Martins

Figurinos | Ana Luena

Desenho de Luz e Direcção Técnica | Luís Bombico

Realização Vídeo | Edgar Alberto

Apoio ao Espaço Cénico | Mantos

Edição, Operação Vídeo e Fotografia | Miguel Nicolau

Produção Executiva | Marta Vieira

Registo Documental | Raquel Freire

Assistente de Figurinos | Catarina Felgueiras

Operação de Legendagem | Nuno Correia

co-Produção

João Garcia Miguel e Fundação Centro Cultural de Belém

Financiamento

Ministério da Cultura | DGartes | Fundação Calouste Gulbenkian

APOIOS

O Espaço do Tempo | Convento da Saudação